12.5.10

SOLIDÁRIO

O mundo está cada vez pior! Disso não há dúvida nenhuma, como também não há que os ricos estão cada vez mais milionários e os pobres cada vez mais miseráveis! Aquilo que se prepara para os próximos anos ainda parece pior e não se vislumbra gente com dois dedos de inteligência capaz de modificar o andamento que isto leva!
Porém direi que ainda sou um sortudo, porque tenho um emprego que me garante todos os dias que possa fazer uma alimentação razoável, o que nem todos, mesmo em Portugal, conseguem e por isso sou solidário com eles. Aquilo que sofrem é certamente muito superior à revolta que eu possa sentir.
Mas há muitas formas de sofrimento! Sempre me assumi como um humanista, e como tal acho que o ser humano está acima de tudo nas suas mais diversas facetas. Daí que sinta o sofrimento dos outros como se fosse quase meu, e entendo quão é difícil, às vezes, ultrapassá-lo. Poderão dizer como os brasileiros "pimenta no cu dos outros é refresco", mas não é assim que eu penso nem assim que imagino a sociedade. Por isso sou solidário, e hoje essa solidariedade dedico-a a uma pessoa em especial. Tal pessoa saberá quem é, porque o seu sofrimento tem sido gigantesco e a vida não lhe tem sido fácil. Não adianta, pois, estar com muitas palavras ou discorrer grandes tratados de filosofia... e como cada qual apenas dá o que pode, eu só posso dar a minha solidariedade e nada mais. Apenas posso ser solidário!

1 comentário:

Lu! disse...

Ser amigo, ser solidário... É raro hoje em dia!

As pessoas só olham para o umbigo delas, só pensam nelas.

Dizem-se amigos mas na verdade...

Sabes, acho que hoje em dia ninguém sabe ser amigo. Ser amigo é respeitar, é amar (porque amizade também é amor).

Hoje estou lamechas nem digo coisa com coisa, mas gostei do texto. E sei que és humano. Vejo isso pela preocupação que tens comigo, pelos comentários que me deixas, e nem sequer me conheces...

Obrigado por estares aí.

Beijinhos