20.10.10

DIA DE SANTA IRIA

Poderia vir para aqui dissertar sobre o Orçamento de Estado. Do mal e do bem da sua aprovação, do que vai fazer o PSD ou o CDS e do que não vão fazer o PCP, o Bloco de Esquerda ou os Verdes, da continuada arrogância governativa de Sócrates e dos seus seguidores e da impertinência de uns certos economistas desejosos que o FMI entre por aí a dentro!
Mas será que este país me merece tais reflexões ou preocupações! Alguém se deu ao trabalho de ir atrás dos milhares de gatunos que desde a nossa entrada na União Europeia se encheram à "tripa forra", ou alguém de senso se preocupou em ensinar a estes políticos "copos de leite" com ares assombrosos de aprendizes de ditadores que a democracia resultou de muita porrada, prisões e mortes. Este país não merece os portugueses que se "esfalfam" o dia inteiro a trabalhar, e não tem coragem para "liquidar" a "chulice" que continua a mamar à sua conta, como já se expressava no jornal "O Zé Maria" no final do século XIX. Passado mais de um século, os ultimatos deixaram de ser ingleses para passarem a ser alemães, e deixámos de andar nus para andar rotos, deixámos de andar descalços para andar de alpercatas.
Que se lixe hoje é dia de Santa Iria, a padroeira de Tomar (a minha terra) e ainda que não seja religioso nem acredite em milagres, vou deixar as coisas correrem à espera que aconteça um!

1 comentário:

Lu! disse...

Nunca se sabe quando um pode acontecer :)

Apesar de a vida assustar um bocadinho, teremos que continuar a ser optimistas.

Beijinhos